Saúde

HIGIENIZAÇÃO NASAL contra doenças respiratórias

pixabay_xaviervandeputte
pixabay_xaviervandeputte

O corpo humano possui um mecanismo de defesa eficiente, que trabalha arduamente evitando que agentes invasores tenham contato com suas estruturas, protegendo todo o organismo. E da mesma forma acontece com o sistema respiratório, quando alergias ou infecções se instalam, o processo inflamatório tem seu início. Como defesa, os vasos sanguíneos do nariz se dilatam e aumentam sua permeabilidade, causando a obstrução nasal e iniciando a produção da secreção mais conhecida como coriza. 

Além de incômodos, esses simples sintomas também podem ser os primeiros indícios de Infecções das Vias Aéreas Superiores (IVAS). As IVAS incluem a gripe comum, rinofaringites (infecções de nariz e garganta), otites (infecções dos ouvidos), rinossinusites (do nariz e dos seios nasais) e as faringoamigdalites (infecções da garganta e das amigdalas). 

Presentes ao longo da vida da maioria das pessoas, as IVAS costumam ser passageiras, e quando diagnosticadas é imprescindível seguir as orientações e cuidados especificados pelo médico. Algumas atitudes simples podem ajudar na prevenção contra as IVAS, como realizar a lavagem nasal diariamente, incluindo-a em sua rotina, a higienização nasal realizada corretamente bloqueia o desenvolvimento de vírus e bactérias, além de descongestionar o nariz e aliviar os sintomas de gripes e resfriados. 

 “A limpeza correta das narinas deve ser feita diariamente, já que a ação hidrata a mucosa nasal e ajuda na eliminação de impurezas e outros eventuais agentes que podem estar aderidos na mucosa nasal. Além de descongestionar o nariz e aliviar os sintomas de gripes e resfriados, a higienização nasal previne infecções das vias aéreas e reduz a carga viral de pacientes infectados por vírus, reduzindo assim a possibilidade de contaminação de pessoas próximas” explica a Dra. Tatiana Abdo, otorrinolaringologista. 

 Ainda segunda a especialista, para que a escolha do higienizador nasal seja assertiva, tanto para adultos quanto para crianças, é recomendada a opção que tenha controle da pressão e volume do jato, além de um bico que respeite a cavidade nasal, se adaptando a qualquer paciente. 

  

Aprenda agora, em três passos, a fazer sua limpeza nasal: 

  

1° passo: lave as mãos. 

 

2° passo: Incline a cabeça para trás e aponte a solução nasal para a lateral e não o septo do nariz. Espirre a solução nasal duas vezes para que o jato elimine as impurezas presas nas paredes nasais. 

 

3°passo: Repita a higienização diariamente, quantas vezes julgar necessária. 

E lembre-se: todo tratamento de doenças respiratórias deve sempre ser indicado por profissionais da saúde. 

Fonte: Rinosoro 

 

Matéria publicada no Guia da 3ª Idade nº 49