Saúde

De olho na higiene

© Depositphotos/Francesco Ridolfi
© Depositphotos/Francesco Ridolfi

Os principais procedimentos  que devem ser observados para uma correta higienização dos alimentos  conclui a série de três edições com as  informações da publicação  da Secretaria da Agricultura e Abastecimento do  Estado de São Paulo “ O melhor alimento para a melhor idade, dicas e receitas”.  O objetivo do Governo do  Estado de São Paulo com essa coleção é  oferecer  à população conhecimentos fundamentais de  saúde.

Todas as publicações dessa coleção estão disponíveis gratuitamente nas seguintes livrarias digitais:

Cultura – www.livrariacultura.com.br

Amazon Kindle – www.amazon.com.br

Kobo – www.livrariacultura.com.br

iTunes: itunes.apple.com./br/app

e, também, no próprio site da Codeagro: www.codeagro.agricultura.sp.gov.br


A higienização de frutas, verduras e legumes é essencial à saúde

  • Despreze as frutas e legumes que não estiverem íntegros (com furos, rachaduras, descamações, partes amolecidas ou estragadas), pois eles podem ter seu valor nutricional e microbiológico alterados;
  • Despreze as verduras que não estejam em condições de serem utilizadas: queimadas, furadas, amareladas ou murchas;
  • Lave as frutas, legumes e verduras, uma a uma, em água corrente;

Em um recipiente não metálico, prepare a solução clorada*.

Coloque as frutas, legumes e verduras inteiros e com casca na solução durante 10 a 15 minutos (1 colher de sopa de hipoclorito de sódio a 2%, para cada litro de água ou conforme instruções do fabricante);

Retire-os da solução e enxágue um a um em água corrente, para remoção dos resíduos do produto utilizado, tomando cuidado para que o alimento não seja contaminado novamente.

Lembre-se: o vinagre só serve para retirar as sujidades dos alimentos e não para higienizá-los.

* solução clorada é o nome dado à solução feita por meio da diluição de produtos clorados em água, para esterilização de alimentos.

Higiene Pessoal ao manipular alimentos

Os manipuladores de alimentos devem:

  • Tomar banho todos os dias;
  • Escovar os dentes após as refeições;
  • Manter as unhas limpas, curtas e sem esmalte ou base (deixe uma escovinha no banheiro para limpar as unhas);
  • Não utilizar acessórios, como brincos, relógios, anéis e outros, enquanto estiver preparando os alimentos (eles podem ser fontes de contaminação);
  • Utilizar touca para evitar que os fios de cabelos caiam na área de preparo ou sobre os alimentos, evitando possíveis contaminações;
  • Utilizar roupas limpas e sapatos fechados;
  • Utilizar avental;
  • Raspar a barba e o bigode diariamente;
  • Lavar as mãos antes e durante o preparo dos alimentos.

Os manipuladores de alimentos devem lavar as mãos:

  • Antes e após utilizar o banheiro;
  • Sempre que tossir ou assoar o nariz;
  • Após tocar em lixo ou dinheiro;
  • Após tocar em alimentos não higienizados ou crus;
  • Após tocar qualquer parte do corpo;
  • Após fumar;
  • Após usar esfregões, panos ou materiais de limpeza.

Modo correto de lavar as mãos:

  • Molhe as mãos e antebraços com água;
  • Lave com sabonete líquido neutro, sem perfume, inclusive entre os dedos;
  • Enxágue com bastante água corrente;
  • Seque com papel toalha descartável ou ar quente.

Ao manipular alimentos não é permitido:

  • Mascar chiclete, palito ou grãos de alimentos;
  • Assoar o nariz;
  • Tossir, cantar, espirrar, assobiar, cuspir ou falar sobre os alimentos;
  • Colocar os alimentos no chão, mesmo que estejam dentro de assadeiras, sacos, cestas, panelas ou qualquer outro recipiente – cubra os alimentos para protegê-los de vetores, como moscas e formigas;
  • Experimentar os alimentos com a mão ou talheres usados no preparo;
  • Deixar animais entrarem na cozinha;
  • Enxugar o suor com as mãos, panos ou avental;
  • Ir ao banheiro de avental;
  • Limpar as mãos no uniforme;
  • Utilizar o mesmo pano para diversos fins;
  • Carregar objetos, celular, dinheiro, escovinha, entre outros, dentro dos bolsos do avental;
  • Tocar maçanetas com as mãos sujas;
  • Fazer uso de utensílios e equipamentos sujos;
  • Trabalhar diretamente com alimento quando apresentar sintomas de doença gastrointestinal e/ou lesões infeccionadas, ferimentos ou machucados;
  • Circular sem uniforme nas áreas de serviço;
  • Manipular dinheiro;
  • Fumar no local de preparo de alimentos;
  • Utilizar utensílios de madeira (tábua, colher de pau, rolo de macarrão e outros) na preparação dos alimentos, pois facilitam o crescimento de fungos e bactérias. Utilize utensílios de polietileno.

Sobre o autor

guiada3aidade

Tudo para 3a Idade em um único lugar. Saúde, Finanças, Geração 50+, Entretenimento e Diversão, Moradia, Agenda, Produtos, Guia de Viagem e muito mais.